Poesia – Eternas Lembranças

0
118

Jornal Vida Brasil Texas 115740753_10224567184673548_1493086331193172883_o.jpg?_nc_cat=110&_nc_sid=8024bb&_nc_eui2=AeHAcpyWu7B6TyuxCk2TizUcom13iopcvUWibXeKily9RQ0lrt6ZmCZtls433bYf5Vo&_nc_ohc=sHBrifbArDQAX9rrQtI&_nc_ht=scontent.fvcp7-1 Poesia - Eternas Lembranças Arte & Cultura Destaques

Foto -Jonas, Adinaldo, Estevão e o grande Osmar Gaspar, de chapéu amarelo.

Jornal Vida Brasil Texas Adinaldo-2019 Poesia - Eternas Lembranças Arte & Cultura Destaques

Por Adinaldo Souza – Poeta.

+++

O que escrever sobre um amigo querido Muito mais que querido, muito mais que amigo Um brilhante intelectual de alma singela, Pacificadora e de elegância eterna Ora natureza! Tirastes do vosso seio A mais fraterna esperança do nosso meio

Um homem magistral de sabedorias pontuais Inspiradoras de alegrias afetuosas e factuais A tese no Largo São Francisco do seu doutorado No nobre salão de retratos doutos ostentados

Na harmoniosa contemplação de ver Luís Gama Em forma de retrato lá também afixado E por ter na lembrança àquele momento mágico Daquela gloriosa noite que se quer, um dia, havia pensado O poema abaixo ao querido Osmar Gaspar, foi dedicado

“Casa Grandino…Senzalino Um lugar incomum, impensável de um sonho. Quando o sonhar é impossível, não sou o meu dono. Em não sendo meu dono, à deriva sempre estarei. Ledo engano querer destinar o que serei Pois em todo canto sempre direi: Cá estou e daqui por mais que queiram, jamais sairei.”

Hoje, neste dia de dor num misto de raiva No descabido horizonte de despertar saudades De ti, querido amigo, despeço, à distância, alheio a minha vontade Entremeando lágrimas, tristezas e muita perplexidade

O que a nos todos conforta é que a história Manterá o teu o olhar sereno ad aeternum Vinte e dois de Julho de dois mil e vinte.

+++

Por Adinaldo Souza – Poeta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here